Ícone WhatsApp

11 2296-3399

História Panificadora Marengo

Nada é tão bom que não possa Melhorar

A Panificadora Marengo foi fundada em 1967, no bairro do Tatuapé, pelo imigrante Alfredo Lopes de Campos. Recém-chegado de Portugal, ele decidiu montar uma pequena indústria de panificação em parceria com a sua esposa. Com muito trabalho e dedicação, passou a fornecer o pão nosso de cada dia à vizinhança e foi conquistando a simpatia de todos. Os seus pães ficaram conhecidos nas redondezas pela qualidade e a pequena indústria cresceu.

Para garantir a continuidade do seu negócio e a qualidade dos produtos ofertados, Alfredo Campos ensinou o ofício aos dois filhos – Adriana e Rogério. Eles aprenderam a profissão na prática e descobriram o gosto pela panificação. Mais do que a arte da panificação, os filhos do sr. Alfredo aprenderam com ele, principalmente, que o trabalho exige seriedade e perseverança. E deu certo. À medida que foi ampliando o seu cardápio e modernizando o maquinário, a Marengo ganhou mais clientes entusiasmados.

 “A padaria não é apenas o local onde se compra pão”, destaca Rogério. “As pessoas vão à Marengo para tomar um cafezinho, almoçar, comprar um lanche para levar para casa, além de apreciar as nossas saborosas pizzas ou se reunir com amigos e clientes. Nossa equipe de funcionários faz de tudo para oferecer um local agradável e acolhedor para quem chega.”

A base para o crescimento da Marengo é a atualização constante e o investimento em treinamento e em capacitação dos seus quase 400 funcionários. “O Senac e o Sebrae oferecem bons cursos profissionalizantes e complementamos a reciclagem do pessoal com palestras educativas”, avalia Rogério. “O investimento no crescimento do funcionário quebra um preconceito antigo: as pessoas tinham vergonha de falar que trabalhavam em padaria. Muitos dos nossos funcionários são universitários e têm possibilidade de crescimento na carreira aqui na Marengo.”

Planos para o futuro são muitos. Ainda em 2018, será reaberto o ‘Viseu Confraria & Bar’, em local ainda mais bonito e moderno, a poucos metros da Marengo. O nome é uma homenagem a Alfredo Lopes de Campos. “Nosso pai, que foi o idealizador da panificadora, nasceu em Viseu, cidade que fica na região central de Portugal. Sua origem será sempre a nossa inspiração para melhorar cada vez mais o nosso trabalho. É dele o lema: ‘Nada é tão bom que não possa melhorar’. E é o que seguimos e ensinamos aos nossos filhos”, finaliza Rogério.

AQUI SE FAZ O QUE SE GOSTA!!!